Apple é condenada a pagar US$ 234 mi por quebra de patente

  1. Aple

Apple: empresa pagará indenização a fundação por conta de processadores inseridos em iPads e iPhones

Washington – Um tribunal federal dos Estados Unidos condenou nesta sexta-feira a Apple a pagar mais de US$ 234 milhões por infringir uma patente tecnológica de propriedade de uma fundação vinculada à Universidade de Wisconsin.

Na última terça-feira, o júri da corte distrital de Madison (Wisconsin) deu a razão à fundação que protege os direitos de propriedade intelectual da Universidade de Wisconsin, que processou a Apple no início de 2014, e hoje se conheceu a sentença.

A fundação alegou na ação que a Apple utilizou tecnologia patenteada em 1998 pela Universidade de Wisconsin em processadores inseridos em vários de seus modelos de iPad e iPhone.

O júri decidiu em favor da fundação, mas reduziu notavelmente o valor da indenização exigida pelos querelantes, que chegava a US$ 862,4 milhões.

A fundação também processou a Intel em 2008 por causa dessa mesma patente e o caso foi resolvido no ano seguinte por um valor que não foi revelado.

A Apple vem travando uma batalha judicial com a sul-coreana Samsung por questões relacionadas a patentes há vários anos.

Recentemente, um tribunal federal de apelações dos EUA opinou que a Samsung violou várias patentes da Apple, mas não a imagem em conjunto do iPhone.

A Apple anunciou hoje que vai recorrer do veredicto, mas se recusou a oferecer mais informações sobre o assunto.

Fonte: Exame.com